Visao

Ninguém põe vinho novo em odres velhos. Se alguém fizer isso, os odres rebentam, o vinho se perde, e os odres ficam estragados. Pelo contrário, o vinho novo é posto em odres novos, e assim não se perdem nem os odres nem o vinho. – Mateus 9:17 (NTLH)

 

Somos uma igreja em células, que crê no chamado do IDE E FAZEI DISCÍPULOS e queremos deixar aqui alguns conceitos que podem ser úteis para outras igrejas e pastores.

A maior dificuldade para uma igreja fluir na visão celular é a transformação da mente, a fim de adequá-la à nova “visão” de igreja com uma estrutura evangelística de pequenos grupos caseiros, ou familiares, também denominados de “células de evangelização”, “células de multiplicação”, ou simplesmente “células”.

A adoção da “visão celular” ou de uma estrutura eclesiástica de células, a princípio é simples, mas é de difícil execução quando se tenta adequá-la ao modelo organizacional antigo e histórico de igreja. A visão celular é muito forte e intensa, e, estruturalmente, tende a se chocar com o modelo de estrutura antigo, e até mesmo com a forma de governo, em se tratando de igrejas que adotam a forma de governo congregacional ou representativa. Menos dificuldades terão, contudo, as igrejas com regime de governo episcopal, já que a ocupação dos cargos ou funções na visão celular, necessariamente é feita por nomeações, tendo como pré-requisito fundamental o desempenho ou o êxito alcançado pelo líder.??A opção pela visão celular, exige de quem deseja adotar o modelo, um reexame da estrutura organizacional e forma de governo da igreja, a revisão de valores, conceitos, tradições, e a firme disposição e coragem para romper paradigmas!

Não é possível entrar na visão celular ( que é, sem dúvida, uma estratégia liberada por Deus para a igreja deste tempo), e experimentar o vinho novo de Deus, sem deixar para trás velhas tradições, e velhos conceitos… “Ninguém põe vinho novo em odres velhos. Se alguém fizer isso, os odres rebentam, o vinho se perde, e os odres ficam estragados. Pelo contrário, o vinho novo é posto em odres novos, e assim não se perdem nem os odres nem o vinho.” – Mateus 9:17 (NTLH). O Senhor só colocará o vinho novo nos corações que tiverem sido transformados em odres novos!

Consideremos, a seguir, alguns aspectos de difícil assimilação que SE CONSTITUEM EM GRANDE DESAFIO PARA A TRANSIÇÃO PARA A VISÃO CELULAR:

 A TRANSIÇÃO DE MEMBROS PARA DISCÍPULOS – MAT 28:19-20

O Senhor não nos mandou fazer “membros” de igreja, e sim discípulos!

Uma Igreja em Células não tem “membros”, tem discípulos! Esse é um conceito que temos que mudar, daqui para a frente! Ao invés de dizermos que somos “membros” da igreja tal, diremos que somos discípulos “de”, ou “do”… É muito diferente!

Ser “membro” de igreja, é ser simplesmente um número no rol … Ser discípulo é mais forte… Discípulo tem nome, endereço, telefone, idade, família, necessidades, sonhos… Discípulo requer atenção, amor, carinho, cuidados, tratamento pessoal, comunhão…

Este é o tempo em que o Senhor está formando uma geração de discípulos! Enquadre-se! “Nisto conhecerão todos que sois meus discípulos: se tiverdes amor uns aos outros.” – João 13:35

 A NECESSIDADE DE MODIFICAR, EM PARTE, O CONCEITO DE IGREJA “DEMOCRÁTICA”

Antigamente nos orgulhávamos ao declarar que a nossa igreja era “democrática”… No modelo “democrático” todos opinam, todos mandam, decide-se pelo voto! Há constante briga e disputa pelo poder, todos querem mandar, mas ninguém quer se submeter…

Na visão celular não há lugar para politicagens, protecionismos, corporativismos! Não há cargos e sim posições de liderança! E, para ser um líder na visão celular, os pré-requisitos são:  ser discípulo (submisso à autoridade); dedicação; muito trabalho; e frutificação. A ocupação de uma posição de liderança na visão celular, é feita por “nomeação” pelas autoridades da Igreja. É um processo natural, aberto, sem surpresas para ninguém – nem para o irmão promovido, nem para a Igreja -; todos já sabiam, todos já esperavam, porque todos acompanharam o trabalho daquele discípulo, sabem que ele é um ramo frutífero; são testemunhas de que ele é merecedor daquela justa posição. A nomeação é, na realidade, o simples reconhecimento do “dom” e trabalho realizado pelo discípulo, e a sua investidura para exercício da nova atividade ministerial.

Na visão celular, é restaurado o conceito de “Reino de Deus”… Vivemos o reino; há um Rei; quem governa é esse Rei; e a forma de governo é teocrática! Busca-se o conhecimento da vontade e da direção do Senhor, para a tomada de decisões… Dessa forma, os pareceres emitidos pela liderança da igreja, a exemplo da igreja de Atos dos Apóstolos, podem se iniciar assim… “pareceu bem ao Espírito Santo, e a nós que… ( ATOS 15:28 ).

A TRANSIÇÃO DE SIMPLES “OUVINTES-DOMINGUEIROS” PARA “CRENTES FRUTÍFEROS” (LÍDERES DE CÉLULAS) – JOÃO 15:16

O Senhor nos escolheu, nos chamou, e nos designou para que frutifiquemos!

O tempo de crente domingueiro, simplesmente “ouvinte” , que ia à Igreja para “assistir ” aos cultos, acabou! Agora é hora de frutificarmos para Deus! Quem está ligado à Videira vai frutificar, vai dar muito fruto! (JOÃO 15:5 -” Eu sou a videira; vós sois as varas. Quem permanece em mim e eu nele, esse dá muito fruto; porque sem mim nada podeis fazer.” ).

No modelo de igreja antigo, histórica, poucos tinham chances de se tornar líderes… Na visão celular todos podem se tornar líderes, discípulos-discipuladores!??

A TRANSIÇÃO DA MENTE DE “NATURAL” PARA MENTE “ESPIRITUAL” – ROM 12:1-2

“Rogo-vos pois, irmãos, pela compaixão de Deus, que apresenteis os vossos corpos como um sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional. E não vos conformeis a este mundo, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus.”

No mundo, os conceitos e valores são deturpados, corrompidos, malignos…

Temos que abandonar o estilo de vida racional do mundo, e andarmos por fé, discernindo todas as coisas espiritualmente. Temos que voltar a crer em milagres, e no mover sobrenatural de Deus… Antes de pensarmos em ganhar as almas perdidas, devemos crer no milagre da transformação de vidas pelo poder de Deus! É tempo de voltarmos a crer que o Senhor é poderoso para abrir o mar à nossa frente ou para nos fazer andar por sobre as águas… MAT 14:28-30

Na visão celular nossa confiança não está na nova forma organizacional da igreja, ou nesse novo “método” evangelístico, e sim na “unção” sobrenatural do Espírito Santo! Ao invés de crermos no poder da persuasão, cremos no poder da oração!

Para conseguir ganhar as almas perdidas, multiplicar as células, gerar discípulos, é preciso deixar de andar pela mente natural, racional, limitada, e carnal, para andar no mover sobrenatural do Espírito Santo! Guiados e movidos pelo Espírito, contemplaremos milagres de transformação de vidas todos os dias – todos os dias o Senhor estará acrescentando à Igreja aqueles que estarão sendo salvos, e haverá a natural multiplicação das células, e o explosivo crescimento do rebanho!

É preciso estar com a mente renovada! Coração transformado! Ser um “odre novo”, para poder receber o vinho novo!

CONCLUSÃO

A visão celular não é nenhum “modismo” ou “onda”, que vem e que passa, nem tão pouco uma doutrina nova, mas uma ferramenta estraordinária para evangelização e crescimento da igreja. A Igreja do Senhor vem fazendo discípulos em todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo, em cumprimento à Grande Comissão (Mateus 28:19 ), e está pregando o evangelho do Reino em todo o mundo, para testemunho a todas as gentes como foi profetizado pelo Senhor Jesus em Mateus 24:14.

O reino de Deus é como um tesouro escondido num campo, que um homem achou e escondeu; e, pelo gozo dele, vai, vende tudo quanto tem e compra aquele campo… (Mateus 13:44 )… A visão celular é também assim…?? Abraçar a visão celular é como descobrir um tesouro escondido no campo… Você vai ter que “vender”, abrir mão de tudo o que tem para trocar pelo tesouro do campo… É uma troca difícil no sentido em que você terá que abrir mão de coisas às quais você está muito apegado – “tudo quanto tem” – mas em troca receberá um tesouro muito maior!

Comments are closed